Uma forma divertida de enxergar as coisas do dia-a-dia

História Original – Os Três Porquinhos

Continuando a estragar sua infância, vamos falar dos Três Porquinhos!

Não consegui achar o verdadeiro autor desse trem que eu nunca esperava, mas está contida no livro de Contos dos Irmãos Grimm, fora que estraga tua infância, não só a minha. O conto Os Três Porquinhos e o Grande Lobo Mau foi incluído no Nursery Rhymes e Nursery Tales, escritos por James Orchard Halliwell-Phillipps, publicado em meados de 1843.

 

Os Três Porquinhos e o Grande Lobo Mau Que não é o mais mau da história

Três porquinhos (pra não passar por aquilo do Era uma vez de novo) haviam deixado sua mamãe e seu papai para ver o mundo.

Durante todo o verão, eles andaram pela floresta e pelas serras e montanhas, brincando e se divertindo. Ninguém era mais feliz que estes três porquinhos e eles faziam amizades com todos facilmente.

Onde quer que fossem, eles eram bem-vindos, mas, com a chegada do fim do verão, eles perceberam que o pessoal voltava a seus trabalhos, se preparando para o inverno. O outono veio e começou a chover. Os três porquinhos começaram a sentir a necessidade de um lar. Tristes, eles sabiam que a diversão havia terminado e que tinham que trabalhar como os outros ou seriam deixados no frio e na chuva, sem teto sobre suas cabeças. Eles conversaram sobre o que fazer, mas cada um ficou por si. O mais preguiçoso disse que faria a dele de palha.

Vai demorar apenas um dia! – ele disse. Os outros discordaram.

É muito frágil. – eles diziam desaprovando, mas ele se recusou a ouví-los.

Não tão preguiçoso, o segundo porquinho foi a procura de tábuas de madeira.

Tum! Tum! Tum! – Demorou dois dias para que as pregasse juntos. Mas o terceiro porquinho não gostou da casa de madeira.

Esse não é o jeito de se montar uma casa! – ele disse. – Leva tempo, paciência e trabalho duro para montar uma casa que é forte o suficiente para aguentar o vento, a chuva, a neve e, principalemnte, nos proteger do lobo!

Os dias se passaram e a casa do porquinho mais sábio tomou forma, tijolo por tijolo. De tempos em tempos, os irmãos o visitavam, dizendo entre risadas:

Por quê você está trabalhando tanto? Por quê não sai para brincar? – Mas o porquinho trabalhador sempre dizia “Não”.

Eu devo terminar minha casa primeiro. Ela precisa ser sólida e firme. E aí eu vou brincar! – ele disse. – Eu não serei enganado por vocês! Aquele que ri por último, ri melhor!”.

Foi o mais sábio que achou as pegadas de um grande lobo na vizinhança.

Os porquinhos fugiram para suas casas, com medo. Junto, veio o lobo, visando a casa do porquinho mais preguiçoso.

Saia daí! – ordenou o lobo, com a boca cheia d’água. – Quero falar com você!

Eu prefiro ficar onde estou! – respondeu o porquinho com a voz fina.

Vou fazê-lo sair! – grunhiu o lobo, com raiva e, estufando seu peito, deu uma grande inspirada. Sobrou com toda sua força, diretamente na casa. E toda a palha do porquinho bobo que as juntou em mastros, caiu com a grande força.

[Chegou o que você esperava!] O porquinho, preso sobre as palhas, é pego pelo lobo e é comido.

Assistindo a cena, o porquinho da casa da madeira fala consigo, em desespero, “Espero que essa casa não caia! Vou encostar-me na porta para que ele não entre facilmente!”.

Do lado de fora, o lobo o ouviu. Ainda faminto, sob a idéia de uma segunda refeição a caminho, ele soprou loucamente a porta.

Abra! Abra! Eu só quero falar com você! – dizia o lobo.

Do lado de dentro, o irmão chorava de medo e fez seu melhor para segurar a porta. Então o lobo furioso se deu um novo esforço: puxou ainda mais ar e… WHOOOOO! A casa de madeira foi a baixo. Mais uma vez, os componentes da estrutura caíram sobre o porquinho, mas este conseguiu fugir. A caminho da casa de seu, agora, único irmão, ele gritava:

Irmão! É o lobo! Ele veio atrás de nós e já pegou um de …!

E é interrompido pelo lobo, que o joga no chão e o mutila com os dentes. O porquinho sábio assistiu a cena, sem pestanejar. O lobo o viu na janela e ficou feliz em saber que ficaria totalmente satisfeito. Soprou, soprou e soprou uma terceira vez e nada.

A casa era muito resistente. Analisando seus arredores, o lobo encontra as escadas. O sábio porquinho havia imaginado isso e acendeu o fogo do caldeirão, deixando a água que ali estava, fervente. O lobo pula para dentro, cai no caldeirão e morre.

Pensa que acabou? O terceiro porquinho, aproveitando, faz sopa com o corpo do lobo e o come.

De repente, se você não gostava da Disney, você passou a gostar, né? Maaaaaaaas, vou te deixar um pouco complexado com isso também, okay? :3


Você não deve estar vendo nada de errado nessa imagem, né? Se ainda não viu…

Não vou te falar, mas eu não teria a foto dos órgãos internos do meu pai pendurados numa moldura na minha casa…

E tenho dito.

15 Respostas

  1. Luiza

    WTF?? e essa imagem aee? q bizaroo HIUSAHU

    10/07/2011 às 0:59

  2. dant.

    Cruel!

    12/07/2011 às 12:56

  3. stefany

    Essa foto foge completamente da história… 1° pq era pra ter só um porquinho, pq os outros dois tinham sido comidos pelo lobo…. e 2° fica uma duvida: “os orgãos internos” no quadro na parede eram realmente do pai dos porquinhos ou o irmão malvado abriu o lobo e resgatou parte de um dos seus “irmãos queridos”???

    PS: nem vo acreditar mais nas historias q o povo me contar, a historia q eu conheço é bem diferente dessa… e kd a musiquinha do livro? Aquela q diz assim: “quem tem medo do lobo mau, lobo mau, lobo mau, quem tem medo do lobo mau lalalalalala…”

    12/07/2011 às 19:28

    • Quem teve medo do lobo mau, lobo mau, quem teve medo do lobo mau, só chegou a morrer.
      Na foto dos órgãos internos tá escrito “Father” embaixo!

      13/07/2011 às 2:57

    • Saito

      No quadro Esta escrito Father (Do Ingles para português > Pai) e a verdadeira Historia vem dos Irmãos Grim.

      14/04/2013 às 23:18

    • Bruna

      Você é tonta assim sempre ou se esforça?
      Essa “foto” é um print do conto adaptado pela Disney, conto no qual existe essa música. O que foi contado aqui foi a história real, que não foi criada pela Disney. E que tem os fatos diferentes.

      02/04/2014 às 15:27

  4. stefany

    desculpa pela minha cegueira…. não vi “father” escrito… ou melhor naum li…

    13/07/2011 às 19:17

  5. haa bem melhor que aquela besteira de fugir pra casa do vizinho

    31/07/2011 às 0:17

  6. Anônimo

    Esse texto e psicologico ou cronologico ?

    19/05/2012 às 15:01

  7. Anônimo

    Meu Deus!!! Quanta imaginação da sua parte… Não acho que “Historinhas” possam ter esse PODER de estragar com a infância de alguém, e essa é só a sua visão sobre a essa história, cada um leva para si a versão que mas gosta. É uma questão de subjetividade, vai ver que essa versão que você contou tenha muito a ver contigo.

    08/08/2012 às 10:50

  8. Lisi

    Olá… gostaria de saber por que, na tua opinião, a história dos três porquinhos estraga a infância?

    22/08/2012 às 10:40

    • Olá, Lisi!
      A parte de estragar a infância é a de contar a VERDADEIRA história dos Três Porquinhos. A gente cresce achando que era aquela coisa linda e pirilâmpica pra descobrir que a verdadeira história é essa quantidade de dor e matança!
      Pra mim, isso é estragar infância! Estragou um pouco da minha essa ilusão xD

      22/08/2012 às 21:21

  9. Silvana

    Sei lá, viu, cabeludo… tô estudando essa história porque meu filho de 2 anos é fissurado nela, na versão Disney, que aliás, é super intensa por causa da música. Primeiro, meu filho ficou em pânico, agora ele quer ver o filme pra tocar flauta como o porquinho… vai ser músico, creio eu… tô decupando a história mesmo, sabe? Tô encontrando tanta coisa… me aguarde… mas saber de tanta carnificina na história original assusta um pouco mesmo.

    26/09/2012 às 16:50

  10. angelica

    Acho que quanto a fotografia na parede , onde está escrito father, ha um equivoco na sua interpretação, pois linguiça é feita de porco. Talvez a foto esteja ilustrando o que os humanos fazem com os porcos e os órgãos internos do pai.

    05/06/2013 às 12:48

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 67 outros seguidores